Teste de Velocidade da Internet


Você se conecta à internet usando todos os tipos de dispositivos. Mas você está recebendo as velocidades que contratou?

Teste agora a velocidade de download e upload da sua conexão banda larga fixa, 3G, 4G e Wi-Fi.




Saiba mais sobre as velocidades da Internet ▾

Dicas para realizar o teste

Quando você inicia o teste de velocidade, ele seleciona automaticamente o melhor servidor com base na sua localização.

Além disso, o serviço online é oferecido em parceria com o velocímetro da Ookla. Tudo isso para informar com precisão a velocidade da sua internet!

Agora antes medir a largura de banda da sua conexão, considere seguir estas dicas importantes para o melhor resultado:



Se aplicável, conecte diretamente na entrada do provedor com um cabo de rede.
Feche todos os programas e aplicativos.
Desconecte todos os demais dispositivos em sua rede
Interrompa as atualizações
Repita o teste para obter uma média precisa.


Como funciona o Speedtest


Speedtest também conhecido como (Internet Speed Test) é o líder global em testes, dados e análises da Internet.

O serviço fornece informações independentes e precisas sobre a velocidade das conexões de banda larga fixa e móvel.

Por dia, mais de 10 milhões de pessoas usam o SpeedTeste no Brasil e mundo. Tudo isso para entender e resolver problemas relacionados ao desempenho da conexão com á Internet.


Como entender o teste de velocidade da internet


Teste de velocidade da internet

O teste mede a sua velocidade da internet em tempo real a partir do servidor mais próximo. Com isso verifica com precisão o quão rápido os dados foram recebidos. Igualmente mede o upload no que se refere ao envio de dados.


Para entender melhor os resultados, veja algumas referências para avaliação.

Velocidade de Download: Representa a taxa de transmissão de dados (em Mbps) que seu dispositivo pode receber da internet. Quanto maior esse resultado, melhor.

Velocidade de Upload. É medida em Mbps, e representa a velocidade que seu dispositivo pode enviar para a internet em um determinado segundo. Quanto maior o resultado, melhor.

Ping: Mede, em milissegundos, o tempo que o conteúdo chega do servidor ao seu dispositivo. Quanto menor esse resultado, melhor.

Jitter: É a variação da latência e mede, em milissegundos, o sincronismo de tempo entre as entregas de pacotes. Quanto menor o resultado, melhor.


Testes personalizados no medidor de velocidade


Inicialmente o Speed Test seleciona o servidor mais próximo de sua localização. Mas também é possível selecionar manualmente servidores de outras localidades nacionais e internacionais.

Isso é importante para comparar os resultados do medidor de velocidade dentro e fora da rede do seu provedor.

Veja abaixo alguns de servidores populares localizados no Brasil;

- Teste Copel Telecom, Claro Net Virtua, Vivo, Algar Telecom, Tim Brasil e muitos outros.

Alguns server hosts internacionais;

- Speedtest.net, Spectrum, Telstra, University e etc.

Para usar essa função é fácil - Com o velocimetro carregado, clique no nome do servidor atual e use a caixa de busca, para pesquisar e escolher manualmente o host de sua preferência.

Observação: As longas distâncias podem afetar de forma considerável o resultado do teste.

Quanto mais longe server, mais alto será o ping e apresentará queda e oscilações nas taxas de download e upload. Então é necessário essa atenção.



Como saber se estou recebendo a velocidade de internet contratada?


A melhor forma de saber se você está recebendo a velocidade contratada é fazendo um Teste de velocidade da Internet. Com ele você descobre se sua operadora de internet está entregando o mínimo estabelecido como regra pela Anatel.

A internet pode variar em diferentes momentos do dia com base em quantas pessoas estão conectadas na rede. Por isso é importante medir a velocidade em horários diferentes.


Saiba os limites mínimos de qualidade da internet banda larga no Brasil


Quando estiver usando o medidor de velocidade, use como base de verificação, a resolução da Anatel. Ela estabelece limites mínimos de qualidade para internet banda larga fixa e Móvel Pessoal (banda larga móvel).

Resumidamente as prestadoras deverão garantir mensalmente, em média, 80% da velocidade contratada pelos usuários.

Em outras palavras, na contratação de um plano de 10MBps, a média mensal da internet deve ser de, no mínimo, 8MBps. A velocidade instantânea (aquela aferida pontualmente em uma medição) deve ser de, no mínimo, 40% do contratado. Ou seja, 4MBps.

E se prestadora entregar apenas 40% da velocidade contratada por vários dias?

No restante do mês, ela terá que entregar uma velocidade alta ao usuário para atingir a meta mensal de 80%!


Como comprovar que não recebi as velocidades que contratei?


Salvando os resultados dos testes regulares, ajuda e muito na hora de comprovar que não se recebe a velocidade contratada.

No final do teste, sempre é oferecido um link com os resultados, data e hora que ele foi realizado.

Para comprovar, você pode tirar um print screen, captura de tela ou guardar o link do final do teste.


Após isso, se a média mensal de 80% não for atingida;

1. Entre em contato com o seu provedor de internet e guarde o protocolo de atendimento.

2. Caso eles não resolvam o problema, entre em contato com a Anatel informando o protocolo de atendimento que a operadora forneceu.

3. Acesse o link: Registre uma reclamação e Anexe os comprovantes. A Anatel responderá em até dez dias úteis.



Saiba a velocidade ideal para atividades que exigem alta velocidade


velocidade ideal para atividades que exigem alta velocidade

A velocidade ideal vai variar muito dentro da atividade que você pretende ter no seu acesso. No geral poucos mega já são suficientes para navegar na Internet.

Mas para filmes e séries com alta qualidade e jogar seus games online sem o famoso LAG (Latency At Game); o ideal é uma internet de ultravelocidade.

A velocidade ideal para essas atividades é de no mínimo 40 Mbps (Mega).

Um download mais veloz garante:

1. Streaming de vários vídeos de uma vez só
2. Transmissão em 4K Ultra HD (Filmes, Netflix, Youtube, etc)
3. Download de grandes arquivos.


Um upload veloz:

1. Jogos online (Xbox, PlayStation, PC, etc.)
2. Bate-papo por vídeo (Skype, WhatsApp, Azzar, etc.)
3. Compartilhando grandes arquivos como (torrent, armazenamento em nuvem de alto volume etc.)



Mais informações sobre as velocidades da Internet


Largura de banda: Refere-se à capacidade total de transferência de uma conexão à Internet. Quando os provedores de internet anunciam suas velocidades de conexão, eles estão realmente falando é sobre a largura de banda.

É por isso que eles sempre dizem "até" uma determinada velocidade. Essa taxa máxima ocorre apenas quando a conexão está sendo executada na capacidade total.


Fibra óptica. Na fibra óptica, o sinal é transmitido de uma ponta a outra do cabo através de pulsos de luz; que piscam diversas vezes por segundo.

A velocidade média de uma internet via fibra óptica pode variar de 25 Mbps até 250 Mbps. Entretanto, esse não é o limite.

Recentemente, em uma pesquisa da National Institute of Information and Communications Technology, no Japão, a fibra óptica chegou a transmitir 159 Tb/s por mais de mil quilômetros.

Isso significa que, em um segundo, a fibra óptica foi capaz de transmitir 15 milhões de vezes a quantidade usual de dados de uma conexão por cabo coaxial.


Velocidade da Internet. Refere à rapidez com que as informações viajam através da sua conexão com à Internet. Esses resultados variam, mas com testes regulares você pode estabelecer um intervalo básico.

A velocidade da Internet é um tipo de taxa de transferência e geralmente esses dados são medidos em (Mbps).


Taxa de transferência: É a velocidade que as informações digitais se movem de um dispositivo para outro. A transferência pode ocorrer online ou através de uma conexão direta entre dispositivos offline.

Taxa de bits e taxa de dados são todas tecnicamente taxas de transferência; Mas o termo geralmente se refere a uma taxa de dados.

Essas taxas incluindo á da Internet, taxas de bits e taxas de dados, são comumente medidas em (Mbps). No entanto, se uma taxa de transferência for mais lenta, ela poderá ser medida em kilobits por segundo ( Kbps ).

Por outro lado, taxas de transferência mais rápidas podem ser medidas em gigabits por segundo ( Gbps ).


Taxa de bits: É a rapidez com que as informações digitais se movem de um dispositivo para outro a qualquer momento; conforme elas estão acontecendo.

As taxas de bits podem variar, dependendo da configuração dos dados que estão sendo transferidos.


Taxa de dados: A taxa de dados é a velocidade geral que um determinado conjunto de informações digitais move de um dispositivo para outro.
Um conjunto de informações digitais são todos os dados necessários para concluir uma transferência.

Se as informações em um conjunto fossem transferidas uniformemente, a taxa de bits e a taxa de dados seriam as mesmas. Se a taxa de bits flutuar durante a transferência, poderá ser diferente da taxa de dados, dependendo de quando foi medida.


Latência / atraso: Latência refere-se ao tempo que um sinal leva para viajar entre sua conexão com a Internet e o servidor de Internet mais próximo (ou designado).


Taxa de ping: É o tempo que leva para um ping viajar para um servidor da Internet e voltar. É a medida da latência.

Bits: São a unidade básica de informação digital. Eles são representados no código binário como um ou um zero.

Kilobit (Kb) = 1.000 bits
Megabit (Mb) = 1 milhão de bits
Gigabit (Gb) = 1 bilhão de bits

Bytes: Um byte tem oito bits. As medições geralmente usam medições baseadas em bits, como as listadas acima. Os dados são geralmente medidos em medições baseadas em bytes.

Por exemplo, você pode ver um provedor oferecer um serviço de Internet com downloads de 25 Mbps. É uma velocidade de download de 25 megabits por segundo e uma permissão mensal de dados de oito gigabytes.

Kilobyte (KB) = 1.000 bytes
Megabytes (MB) = 1 milhão de bytes
Gigabyte (GB) = 1 bilhão de bytes

A quantidade de dados que se move através de uma conexão e o que define a velocidade da conexão. Essas velocidades são geralmente expressas em megabits por segundo (Mbps), mas as redes mais rápidas usam Gbps.

Kbps - kilobits por segundo
Mbps - megabits por segundo
Gbps - Gigabits por segundo.